NOTÍCIAS

Notícias gerais e sobre o mercado de recebíveis – Fomento comercial

 

Palestra Temática - Antecipação de Recebíveis de Cartão de Crédito no Fomento Comercial

terça-feira, 16 de maio de 2017.
Fonte: ANFAC

A ANFAC promoveu, no último dia 11 de maio, palestra temática para apresentar a prévia da conclusão do projeto de "Antecipação de recebíveis de cartão de crédito no fomento comercial", elaborado por técnicos do Banco Paulista e da ANFAC.

Trata-se de mais uma iniciativa da ANFAC de lançar um produto para ampliar o espectro de atuação do fomento comercial para operar no âmbito dos arranjos de pagamento possibilitando realizar a compra de recebíveis dos cartões de crédito na modalidade do fomento comercial convencional.

No decorrer desta palestra, cerca de 150 participantes receberam amplo leque de informações.

Lembrou o Presidente da ANFAC que cabe ao Banco Central, desde 2013, a regulação dos arranjos de pagamento, ou seja: conjunto de regras e procedimentos que disciplina a prestação de determinados serviços em substituição à moeda como meio de pagamento.

O Presidente recordou ainda que, em 1996, foi concluído projeto CREDICARD/ANFAC que permitisse aos associados adquirir recebíveis de vendas mercantis realizadas por estabelecimento comercial com a garantia daquela bandeira e que, por diversos motivos, não entrou em produção.

Hoje com a abertura promovida pela ação do Banco Central de reduzir a exclusividade e aumentar a rede de players no mercado, a ANFAC, com sua responsabilidade institucional de prover os meios de adequação às necessidades de uma nova prática comercial, cogita oferecer aos seus associados mais esta alternativa operacional.

É expressiva a circulação dos cartões de crédito no Brasil. Segundo estatísticas da ABECS, em 2015, somaram R$ 1 trilhão pagos com cartão. Em 2016, R$ 270 bilhões só no primeiro trimestre.

Com a velocidade do avanço da tecnologia, a tendência, até 2020, é desacelerar a circulação do plástico por uma questão de segurança, de economia e de modernidade, devendo preponderar as transações por dispositivos eletrônicos móveis.

O Presidente da ANFAC fez questão de ressaltar que conquistas há inolvidáveis que efetivamente tiveram o condão de fortalecer a credibilidade da Associação, de melhorar a imagem e de solidificar a reputação da atividade do fomento comercial, como por exemplo, dentre outras, a Circular BC nº 1359/1988, que reconheceu o factoring como atividade mercantil, o acesso do setor aos FIDCs, a partir de 2001, e outros tantos eventos, principalmente como o seminário "O Fomento Comercial na Perspectiva do Superior Tribunal de Justiça", de memorável repercussão, realizado em 10/03/2017, no auditório daquela Alta Corte.

O Presidente da ANFAC agradeceu as valiosas contribuições e subsídios recebidos durante a palestra que muito valerão para o aprimoramento e execução de tão oportuno produto a ser implantado.