NOTÍCIAS

Notícias gerais e sobre o mercado de recebíveis – Fomento comercial

 

Evento promovido pelo escritório Barcellos Tucunduva Advogados

quarta-feira, 18 de abril de 2018.
Fonte: MASSMEDIA COMUNICAÇÃO

A convite do Dr. Giancarllo Melito, antigo colaborador da ANFAC, hoje integrante do renomado escritório Barcellos Tucunduva Advogados, o Presidente da ANFAC participou, no último dia 13 de abril, sexta-feira, do importante evento promovido por aquele escritório e coordenado pelo Dr. Melito, para debate das recentes circulares e editais de Consulta Pública divulgados pelo Banco Central, que trazem importantes informações e alterações para o mercado de meios eletrônicos de pagamento.

Os temas debatidos foram:

  • Circulares 3.885/2018 e 3886/2018, com alterações na regulamentação de instituição de pagamento.
  • Circular nº 3887/2018 - limitação de interchange de cartões de crédito.
  • Consultas públicas nºs 61, 62 e 63/2018 - que tratam de:

     - comitês consultivos de governança no âmbito das bandeiras de emissores e credenciadores;
     - conversão de facilitadores em adquirentes para as operações maiores;
     - incentivo à interoperabilidade entre arranjo aberto e fechado.

Foram palestrantes prestigiados especialistas dessas áreas, as quais são objeto de inovações tecnológicas das modalidades operacionais que já fazem parte de estudos da ANFAC, com vistas a dinamizar a força do fomento comercial no robustecimento de sua atuação no amplo mercado de recebíveis.

A ANFAC está desenvolvendo no momento alguns projetos que possam agregar a possibilidade de suas associadas ampliarem a disponibilização de seus recursos para suprir a intensa demanda por parte das pequenas e médias empresas, seu mercado-alvo.

O propósito é melhor aproveitar o potencial do fomento comercial de alavancar os negócios de sua imensa clientela e as indiscutíveis vantagens de sua capilaridade que beneficia as cadeias produtivas dos mais variados tamanhos e diversificados setores econômicos que geram diariamente milhões de transações mercantis realizadas nos mais distantes rincões do vasto território do País.

O Presidente da ANFAC aproveita para informar que já agendou, com aquele escritório, um evento dessa magnitude para as empresas associadas e para o mercado do fomento comercial, para debater as atividades dos meios eletrônicos de pagamento, tais como os modelos de modalidades de antecipação de recebíveis via cartão de crédito, a adaptação da estrutura do fomento comercial às empresas financeiras de tecnologia, na iminência de regulamentação pelo Conselho Monetário Nacional, e outros que estão a surgir.

Este evento, ajustada a programação, provavelmente ocorrerá no próximo mês de maio.