NOTÍCIAS

Notícias gerais e sobre o mercado de recebíveis – Fomento comercial

 

ANFAC realiza a 179ª edição do curso de Agente de Fomento Comercial

segunda-feira, 18 de junho de 2018.
Fonte: MASSMEDIA COMUNICAÇÃO

Com duração de quatro dias, o treinamento atraiu alunos de  diversas regiões do Brasil interessados em aprender os conceitos básicos e práticos do setor

Nos dias 11 a 14 de junho, a ANFAC realizou a 179ª edição do curso de Agente de Fomento Comercial, em sua própria sede, em São Paulo, com a participação de profissionais de vários estados.

"Esse curso traz conhecimentos indispensáveis para profissionais que desejam ingressar no setor", comenta o presidente da ANFAC, Luiz Lemos Leite.

No primeiro dia (11), pela manhã, os alunos foram recebidos por Lemos Leite, para uma aula-magna sobre os conceitos básicos e históricos do setor. No período da tarde, o tema foi "Aspectos Jurídicos da Operação de Fomento Comercial", com o consultor no assunto da ANFAC, José Luis Dias da Silva.

O aluno Érico Sartório, de Belém (PA), já trabalha no ramo e conta que se inscreveu com a intenção de aprimorar os conhecimentos. "Nesse primeiro dia de curso, eu pude entender noções básicas que até então não sabia. Relembrei vários temas e, ainda, entendi conceitos jurídicos do setor, algo pouco conhecido, até mesmo para nós do setor".

No segundo dia (12), foi palestrante o consultor jurídico da ANFAC, José Luis Dias da Silva, mas, desta vez, sobre as estruturas de um contrato convencional de fomento comercial. O módulo foi dividido com o economista Claudiomar Damasceno, que discorreu sobre os conceitos de securitização de crédito, exemplificados por estruturas de capital, capital próprio e terceiros, títulos mobiliários e muito mais.

Em 13 de junho, os aspectos tributários e contábeis no setor de fomento comercial foram abordados. As aulas foram ministradas pelo consultor contábil da ANFAC, Gilson Santoleri, e pelo empresário, Marcio Lima Gonçalves, que incentivou os alunos a praticarem com exercícios de análise de cedentes e sacados.

"As aulas apresentadas foram muito agregadoras. Sou advogado, mas como quero atuar no setor de fomento, procurei diversos cursos, pois na minha área ainda não existe formação acadêmica específica", pontua o participante Vitor Ferreira. 

O último dia (14) foi dedicado a ensinar os alunos sobre os riscos do mercado, por meio de duas aulas. A primeira, com o gestor empresarial Marcos Castañón Tibiriçá, sobre novas perspectivas do mercado, desafios do crédito e recuperação, e como estruturar uma empresa sólida. Já na segunda aula, após os ensinamentos de Domenico D'Bisceglie - diretor da Efibrás Fomento e da EFB Franchising -, foram aplicados exercícios de matemática financeira e cálculo do fator de compra.

O Presidente da ANFAC reiterou o compromisso da Associação de protagonizar os verdadeiros objetivos e conceitos legais e econômicos do fomento comercial e recomendou que todos quantos desejarem ingressar nesta atividade devem pautar seus negócios em princípios da legalidade, da ética e das melhores práticas de um negócio comercial.