NOTÍCIAS

Notícias gerais e sobre o mercado de recebíveis – Fomento comercial

 

ANFAC debate normas e leis de cobranças e créditos durante curso em São Paulo

sexta-feira, 05 de outubro de 2018.
Fonte: MASSMEDIA COMUNICAÇÃO

Treinamento, realizado na última terça-feira (2), em São Paulo, teve a participação de empresários do fomento comercial interessados em entender o setor do ponto de vista do judiciário

Aspectos da cobrança, formas de prevenção às perdas e a vinculação do crédito com o Direito, foram alguns dos temas apresentados durante o curso "Cobrança e Recuperação Judicial de Créditos" realizado em 2 de outubro de 2018, na sede da ANFAC, em São Paulo. O encontro contou com a participação de 19 profissionais do setor de diversos Estados, de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais e Amazonas.

Composto por sete módulos, o curso tem como objetivo apresentar a temática de crédito, do ponto de vista do jurídico. São apresentados os mais diversos aspectos da cobrança, quais as ações preventivas para a perda, técnicas do recebimento do crédito, sendo extrajudicial ou mesmo judicial. Além disso, são realizadas análises, em turma, sobre as temáticas modernas do Direito Empresarial e a recuperação de crédito e falência, do ponto de vista do credor. Ou seja, são analisados procedimentos para receber, como proceder e efetivamente, como mitigar riscos e perdas. O curso também promove momentos de troca de experiências sobre o tema, dicas e outros assuntos de interesse do setor.

"É de extrema importância que o profissional do setor de fomento comercial entenda do negócio, ainda mais do ponto de vista jurídico. Entender os aspectos que envolvem a cobrança e as opções de recuperação judicial do mesmo, vai auxiliar as empresas de Factoring durante a negociação e ainda evita riscos desnecessários", avalia o professor e consultor jurídico da ANFAC, Luís Dias da Silva.

A agenda dos cursos realizados pela ANFAC, no Brasil, é atualizada constantemente no site www.anfac.com.br e nas redes sociais - Facebook (www.fb.com/anfacbr), Instagram (@anfac_br) e LinkedIn.