NOTÍCIAS

Notícias gerais e sobre o mercado de recebíveis – Fomento comercial

 

XIV Congresso Nacional Brasileiro de Fomento Comercial foi um sucesso

terça-feira, 22 de outubro de 2019.
Fonte: SIX BUREAU DE COMUNICAÇÃO

(Adriana Vasconcellos Soares)

 

Sob os olhares atentos em torno de 400 participantes, associados e empresários, aconteceu, em São Paulo, nos dias 17 e 18 de outubro, o XIV Congresso Nacional Brasileiro de Fomento Comercial de 2019, realizado pela ANFAC - Associação Nacional de Fomento Comercial, em parceria com ANESC - Associação Nacional de Empresas Simples de Crédito. O evento, que acontece a cada dois anos, nesta edição tratou da "Inovação e Tecnologia" com palestrantes de vários setores. Os conferencistas trouxeram informações enriquecedoras que mostram como o setor vem se transformando e sendo impactado pela rapidez em que as mudanças tecnológicas avançam no mundo dos negócios, sempre enfatizando o papel cada vez mais destacado que o fomento comercial desempenha na economia brasileira.

A solenidade de abertura do congresso foi na noite do dia 17 de outubro, com saudação de Luiz Lemos Leite, presidente da ANFAC e ANESC, em um coquetel realizado no Hotel Tivoli Mofarrej, que fez os agradecimentos aos empresários, conselheiros, presidentes dos SINFACs, ao Diretor Administrativo e Financeiro, ao Consultor Jurídico, mas principalmente, aos patrocinadores e funcionários da ANFAC que tanto contribuíram para realização do XIV Congresso Nacional Brasileiro de Fomento Comercial. Em sua apresentação, Lemos Leite enfatizou o quanto o fomento comercial vem se adequando à modernidade do dinâmico contexto da era digital e lembrou que a ANFAC promove o congresso com o objetivo de intercambiar ideias e experiências, compartilhar conhecimentos, reunir subsídios e sugestões para enriquecer e consolidar a atividade.

Na primeira e esperada palestra do Congresso, aberta no dia 18 de outubro, o Diretor de Regulação do Banco Central, Otávio Damaso, anunciou a entrada em vigor do "Open Banking" para meados de 2021, começo de 2022. Trata-se de uma ferramenta que vai permitir às pessoas movimentarem suas contas a partir de diferentes plataformas e não só pelo aplicativo ou site de um determinado banco. O diretor garantiu que a atenção do BC está voltada para como a inteligência artificial que irá trazer capacidade de processamento de informações para o setor financeiro. Outro importante ponto tocado por Damaso trata da pouca oferta de crédito oferecida para as pequenas empresas e a regulação da entrada de novos agentes no mercado de crédito.

A palestra do economista Thiago Coraucci ocupou-se do tema "panorama econômico 2019-2020", com dados e projeções estatísticas atualizadas em torno das tendências da economia do nosso País neste e no próximo ano. Thiago considera que, embora o Brasil tenha uma agenda econômica muito positiva, o crescimento ainda é baixo. Em 2019, houve uma frustração importante com a retomada. Por outro lado, considerou que a velocidade da execução da agenda econômica do Ministro da Economias, Paulo Guedes, deverá ter mais impacto sobre 2020, já que 2019, deverá registrar crescimento abaixo de 1%, novamente.

O XIV Congresso Nacional Brasileiro de Fomento Comercial, também contou com a presença do jurista Ives Gandra Martins, que falou sobre a Conjuntura Institucional do Brasil e chamando atenção para abordagem que alguns órgãos e a imprensa têm dado ao atual momento do país.

Gandra, com sua lucidez e competência, fez uma análise da função de independência de cada um dos três poderes da União que deve atuar nos limites constitucionais de suma importância na defesa de uma democracia. Alertou que os brasileiros deveriam dar aos fatos conhecidos a sua devida relevância, sem se deixar manipular.

A palestra do Senador Jorginho Mello, do PL-SC, agradou ao público pela objetividade de sua exposição sobre o atual cenário político brasileiro. Como presidente da frente parlamentar das pequenas e médias empresas, na condição de Deputado e Senador, teve a oportunidade de lutar pela aprovação do projeto de Lei que criou a ESC - empresa Simples de Crédito, durante a sua longa tramitação nas duas Casas do Congresso que se transformou na Lei Complementar n 167, sancionada, em 24 de abril de 2019, pelo Presidente da República.

A Diretora de Inteligência Financeira do COAF, Ana Amélia Olczewski, falou sobre o que vem sendo feito para prevenir e combater a lavagem de dinheiro e corrupção no Brasil. Fez questão de salientar os riscos geopolíticos da lavagem de dinheiro e do narcotráfico e a necessidade de colaboração de toda a sociedade brasileira no combate a esses crimes e à corrupção.
 
O painel sobre "Inovações Tecnológicas e o Mercado de Recebíveis" contou com mediação do Dr. José Luis Dias da Silva, consultor jurídico da ANFAC e ANESC, com participação de Edson Luiz dos Santos, ex-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) e sócio fundador da Co.Link Business Consulting; Fábio Lacerda Carneiro, chefe da Divisão de Planejamento de Resoluções do Banco Central, em São Paulo; Giancarllo Melito, advogado da Barcelos Tucunduva Advogados; e José Luiz Rodrigues, consultor e sócio fundador da JL Rodrigues, Carlos Atila & Consultores Associados.

Neste painel, o foco destacado foi a modernização do mercado e dos arranjos de pagamento, bem como, as peculiaridades e regras que cercam o mercado de recebíveis e de transações com cartões de crédito. De acordo com o palestrante, Giancarllo Melito, apesar da crise econômica, o setor cresceu nos últimos anos e hoje "é a receita que sustenta diversas operações no segmento de payment". "Nos próximos anos veremos um crescimento ainda maior, com o aumento da competitividade da categoria", disse.

A última palestra do XIV Congresso Nacional Brasileiro de Fomento Comercial arrancou gargalhadas do público. O palestrante motivacional Clovis Tavares apresentou uma performance divertida para mostrar aos participantes "Como Transformar Desafios em Oportunidades". Clovis, que transformou a carreira de mágico na de palestrante, usou toda sua habilidade para manter a plateia atenta e motivada enquanto seu personagem, um alemão especialista em fomento comercial, transmitia de maneira lúdica conceitos de marketing, administração, recursos humanos, parcerias e inovações, facilitando o entendimento e tornando o aprendizado inesquecível.

O evento foi encerrado com o tradicional jantar de confraternização dos congressistas.