NOTÍCIAS

Notícias gerais e sobre o mercado de recebíveis – Fomento comercial

 

"iFood do crédito", Finplace faz parceria para ampliar oferta para PMEs

segunda-feira, 08 de junho de 2020.
Fonte: EXAME

Acordo com a Associação de Fomento Comercial amplia o número de financiadores disponíveis de 35 para 150. A meta é chegar a 300 até o fim do ano

Assim como o aplicativo iFood que apresenta uma gama de restaurantes, o marketplace Finplace elenca diversas financeiras e bancos que oferecem antecipação de recebíveis para micro, pequenas e médias empresas. A ideia é que os empreendedores comparem as instituições e escolham a que oferece as melhores taxas de financiamento, facilidade de pagamento, entre outras características. Nesse sentido, quanto mais ofertantes, melhor para os empresários.

Foi com esse intuito que a fintech fez uma parceria com a Associação Nacional de Fomento Comercial (Anfac) e aumentou de 35 para 150 financiadores cadastrados na plataforma digital. Pelo acordo, as instituições financeiras pagam um valor fixo - que começa começa em 20 reais - segundo o volume da operação, e não um percentual do valor negociado. Já dos empreendedores não há cobrança por parte da Finplace para antecipar os recebíveis.

Em apenas seis meses de existência, o marketplace movimentou mais de 35 milhões de reais. O problema é que com a crise econômica a torneira de crédito fechou para as micro, pequenas e médias empresas, segundo Felipe Avelar, CEO da Finplace. "Foi uma queda brusca de ofertas. Por outro lado, a demanda continua forte", afirma. Até por isso, a parceria com a Anfac veio em boa hora, e a meta é ter 300 financiadores na plataforma até o fim do ano.

Segundo Avelar, a disponibilidade de recursos pode ser a diferença entre a continuidade ou o fechamento de uma PME. "Em 90% dos casos, a recorrência de antecipação de recebíveis era quase diária, pois há um descasamento de caixa: o pagamento dos clientes às vezes demora 60 dias para cair e o prazo para pagar fornecedores é de 30 dias", explica.