"Caminha firme quem sabe para onde vai"

(Provérbios, Salomão)

Prezado leitor,

Tantos e proveitosos momentos vividos pela ANFAC, neste período de 1982 a 2017, ensejaram-lhe avançar com bom senso, discernimento e interação, uma visão futura da consolidação do instituto do fomento comercial.

É fato, com efeito, incontestável que a ANFAC é um arrojado projeto empresarial, que deu certo e que não parou no tempo, ao focar na busca constante de inovações operacionais e tecnológicas que tanto influem hoje na gestão das empresas.

A institucionalidade da ANFAC subsiste apoiada na determinação de seu destino compartilhado de investir na disponibilização de serviços de apoio e orientação aos seus associados, com a reciprocidade de vantagens e benefícios, que possam contribuir para otimizar sua capacidade de gestão e mantê-los atualizados com os novos rumos da era digital.

A velocidade das transformações do mundo contemporâneo com a desmaterialização da economia, provocada pela revolução tecnológica e pela crescente utilização dos complexos mecanismos de inteligência artificial na organização do mercado e da sociedade, caracteriza a postura da democracia moderna com seus reflexos por todos os setores do País.

O Brasil inicia um novo tempo com inflação baixa, com aumento do PIB, com a taxa de juros reduzida, com a modernização e racionalização da legislação trabalhista e com uma campanha em que o governo federal está empenhado em obter do Congresso Nacional outras reformas estruturais de vital importância para o País.

O Brasil está mudando. Muitas são as reformas, básicas e inadiáveis, de salvação nacional, para resolver os graves problemas de natureza social e banir distorções e disfuncionalidades de toda ordem, que perturbam a vida nacional, que, como ondas, se espraiam corroendo as estruturas previdenciária, tributária, administrativa e política.

Neste cenário político-econômico de 2018, se descortinam desafios com as eleições majoritárias (executivos e legislativos), máxime a do Presidente da República, para recolocar o País nos trilhos.

O fomento comercial, com a sua bagagem de valiosas experiências conquistadas pela ANFAC, nestes 35 anos, tem excelentes perspectivas de mostrar sua força ao atuar com seu apoio às cadeias produtivas dos mais variados tamanhos e diversificados setores econômicos.

Com largueza de visão, em harmonia e com profissionalismo vamos prosseguir firmes em nossa caminhada neste ano de 2018, exercitando, em sua plenitude, os nossos direitos de cidadania em prol do crescimento do Brasil.

Aproveitamos o ensejo para agradecer as carinhosas mensagens recebidas no final do ano que retribuimos com toda a nossa simpatia e apreço.

Um 2018 com muito sucesso.

Até breve.
Nossas respeitosas saudações.
Luiz Lemos Leite
Presidente

© 2018 - Associação Nacional de Fomento Comercial